Governo firma convênio para capacitar profissionais de segurança para a Copa de 2014 Imprimir
Qua, 11 de Julho de 2012 15:12

A Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF) acaba de firmar o segundo convênio com o Ministério do Turismo (MTur) para investimentos na Copa do Mundo de 2014. Desta vez, a parceria é para a capacitação dos profissionais que atuarão na segurança dos turistas que virão para a cidade durante os sete jogos programados para o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. No pacote, estão inclusos os policiais Militares e Civis, além do Corpo de Bombeiros.


De acordo com projeção da Fundação Getúlio Vargas, Brasília receberá 402 mil brasileiros e 206 mil estrangeiros durante a Copa de 2014. A intenção do programa é sensibilizar a área de Segurança, cujos efetivos também servirão como agentes de informações turísticas durante os megaeventos. Diante da sinalização do MTur, a Setur-DF prepara uma licitação para selecionar a empresa que fará a capacitação.


Esta é a primeira parte de um programa que será estendido às doze cidades-sedes da Copa. Além do DF, Minas Gerais e Pernambuco estão entre as regiões pioneiras. Segundo o secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo do MTur, Fábio Mota, a intenção é que estas ações se somem ao Pronatec Copa para levar qualificação a todas as áreas envolvidas no setor de Turismo.


Segurança - A preparação da área de segurança está inclusa no planejamento estratégico da Setur-DF como destaque da pasta de capacitação. Desde o ano passado, o órgão retomou um convênio com o Quinto Batalhão de Polícia Militar do DF para a formação de agentes para o Grupo Especializado em Policiamento Turístico (GEPTur). Até o momento, mais de 120 militares já foram formados em um curso de, aproximadamente, 120 horas/aula. A intenção é abrir 100 novas vagas ainda em 2012. Até a Copa do Mundo, o curso deve alcançar 300 homens preparados para lidar com as demandas do setor.


Brasília na Copa do Mundo - Outro convênio firmado entre a Setur-DF e o MTur prevê investimentos na infraestrutura da cidade. No final de junho, o ministério empenhou um orçamento direcionado para a confecção de novas placas de sinalização turística e interpretativa. A ideia é atualizar as informações e traduzi-las para o inglês e o espanhol. Na prática, o turista nacional e internacional terá mais facilidade para se localizar e entender o contexto histórico e arquitetônico de cada monumento da cidade.


No mesmo projeto, está prevista a revisão no acesso de pessoas com deficiência física, auditiva e visual aos atrativos da cidade. A partir de um estudo da Setur-DF, serão realizadas obras de nivelamento do solo, construção de rampas, placas táteis e outras ações que democratizem o uso dos espaços inseridos no contexto do turismo.


Na área de atendimento, a verba empenhada abarca também a compra de duas vans que funcionarão como Centros Móveis de Atendimento ao Turista (CAT’s). Os veículos serão distribuídos entre os pontos de maior concentração de pessoas nos grandes eventos.

 

(Clica Brasília, 10.07.2012)