Print

Ação do STIU-DF garante vínculo de trabalhador aprovado em concurso

  • Data
    30.07.2015

A 1ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 10ª Região reconheceu nesta quarta-feira (29) o vínculo de trabalhador que prestava serviço à Furnas. A empresa ainda pode recorrer, mas o STIU-DF espera que Furnas não dê continuidade a tamanha injustiça.

Lucas Neves de Barros trabalhava como terceirizado na empresa desde junho de 2003. Mas em 2004, ele foi aprovado em concurso público e não foi chamado.

Reprovado injustamente em uma das etapas do processo seletivo, Lucas contratou advogado que ingressou com Mandado de Segurança para finalizar todas as fases da seleção. Apenas em 2013 o processo transitou em julgado e Lucas não assumiu o cargo.

Quando Lucas comunicou a injustiça ao STIU-DF, o Sindicato ingressou, no mesmo ano de 2013, com nova ação pedindo o reconhecimento do vínculo do empregado com Furnas. Dois anos depois, a Justiça aceitou as alegações da entidade sindical e reconheceu o direito do trabalhador.

Para o diretor do STIU-DF, David Gomes, essa conquista do trabalhador mostra a importância que a entidade sindical tem na luta em defesa da classe trabalhadora. “O trabalhador agiu corretamente ao procurar o STIU-DF, pois o nosso Sindicato tem uma grande tradição em lutar pelos direitos dos trabalhadores e conseguir vitórias como essa”, destaca David.